24 de março de 2011

A raridade do silêncio

Tudo começa com o primeiro berro por ter nascido.
Beleza! Tá tudo bem com ele!
Depois os choros por causa da fome, depois por causa da cólica e fralda molhada.
Normal, faz parte, é assim que todo bebê se comunica.

Aí vem os primeiros brinquedinhos.
Os pais compram bonecos de pano, mordedores, no máximo um mobile para berço que toca aquela musiquinha para ajudar no sono.
Mas chega os parentes, amigos, inimigos com brinquedinhos que a gente não entende de onde sai tanto barulho.
E ainda descobre que não tem como desligar. Se encostar, apertar, ele berra.

Uma vez quando o Lucas tava dormindo entrei sorrateiramente para dar aquela olhada básica.
Esbarrei em um desses brinquedos e quase tive um treco.
Sai correndo igual uma louca escondendo ele dentro do guarda-roupa do meu quarto.
E lá ficou por 1 ano.

Ocorre que a cria cresce e nem precisa mais de brinquedos.
Não sei as meninas, mas posso dizer que os meninos nasceram para gritar.
E se você pergunta: "Por quê tá gritando tanto filho?"
"- Porque tô brincando mamãe!"
"/
Cheguei a pensar que o Lucas tinha problema de audição apesar no exame da orelhinha que fez logo que nasceu atestar tudo normal.
Comentei isso com uma amiga que é fono: "Acho que o Lucas não ouve direito, tem hora que fala alto, grita."
Ela: "Coisa de criança! Ele ouve direitinho."

Porém é normal as pessoas reclamarem que não estão entendendo o que ele fala porque não conseguem ouvir. Fala muito baixo.
Meu caro, é a falsa timidez.
Deixa ele ficar 2 horas com você que vai querer usar fones de ouvido.

Aí percebo que pode ser genético.
O tempo todo eu fico: "- Marido abaixa o volume da televisão!"
E depois me chama de surda.
Motivo de estress é falar com o marido no celular: "Oi? O quê? Hein?"
"- Ana Maria você tá me ouvindo? Tá ficando surda!!"
"- Não precisa gritar marido, isso eu ouvi..."

Agora eu entendo porque a orelha é uma das coisas que não para de crescer.

E vi que o Mauricio também entende. Rs

38 comentários:

Mamãe pela 2ª vez disse...

Ai amiga, sofro desse mal também, marido aqui diz que sou mau humorada.
Não é isso não, agora mesmo, fui fazer Lívia dormir e ela só gritava o irmão rindo dela e o pai querendo contar historinha.
Quase sai correndo do quarto, pedi pro pai ficar quietinho e filho também, já Lívia coloquei o peito na boca, e vamos fazer silêncio povo rs.
bjus

Vivian disse...

Nossa, acabei de falar sobre isso com meu marido. Gá tá numa fase de gritar, falar alto e qdo é contrariado berra de arder os ouvidos... eita fasesinha!
Bjos

Mi Satake disse...

RSrsrsrs Ana ta certa! O Theo fala tão alto q pra falar com ele tenho q berrar um pouquinho mais. Do Tipo: Fiiiiiilho, fala mais baixinho pq ta de- mais rsrs!

Achei o maximo o post!
Bjão

Micheli disse...

Kkkkkkkkkk! Muito legal a sua abordagem sobre os gritos.
Clara começou muito cedo a gritar. Queria se comunicar a todo custo. Hoje grita por pura sapequice, porque fala até demais. rs.
Não adianta falar, o negócio é paciência mesmo. rs.
Beijos.

Miguel...Presente de Deus disse...

Adorei esse post,vc relatou tudo direitinho.kkkk Mas oh,aqui também é a mesma coisa, eu cheguei até a falar mais baixo achando que o Miguel gritava porque eu falava alto,mas não adiantou.kkkk

Bjocas em vcs

Carla e Miguel

Vanessa disse...

Ih, parece que sofremos todas do mmo mas, mas deve ser por causa das multitarefas. Já que temos que fazer tantas coisas não poderia ser em silencio?

:-)

Renatha disse...

Hahaha! Toda criança é assim!
Eu lido com uma turminha inteira gritando nos meus ouvidos e qdo peço pra eles falarem mais baixo eles falam baixo demais, aí eu digo que não estou ouvido e eles voltam a gritar.... Huahsuhasuh... Crianças! =)

Beijos...

Lia disse...

HAHAHAHAH AMEI!
Não entendo porque os parentes e amigos insistem em dar brinquedos tecnológicos. A maioria das mães odeia. Uma amiga disse que a escola pública onde a filha dela faz estimulação precoce pra pré-maturos estava precisando de doações de brinquedos sonoros e luminosos. Não pensei duas vezes: enchi um saco de tranqueiras da chicco e da fisher price e despachei na hora. Devia ter uns R$1000 em brinquedos desgraçados.
E Emília agora descobriu que a brincadeira mais legal do mundo é bater as portas dos armários com a maior força possível. Algém tem um daqueles protetores auriculares de aeroporto pra me emprestar?

Nine disse...

Concordo com a Lia! Prá que meodeos se dá brinquedos que só fazem barulho, me explica? Aqui em casa temos 2 e só!

Agora barulho, isso tem aos montes: sejam tampas de panela que se chocam, colheres batidas sobre pratos com muita força, criança que grita, que chora, que pula cai e chora, portas e gavetas batidas, objetos sendo arrstados no chão fazendo aquele barulhinho infame de arrepiar a espinha...

Protetores auriculares, sim, nós precisamos!

Beijos,
Nine

Cynthia Santos disse...

Bão, o Arthur, como todo bom italianinho, se faz ouvir a hora que quer...ehehehhe está tb na fase de gritar por tudo e por todos, não deixar a gente ver tv e falar mais alto q td mundo na roda de conversa... eu tenho sérias dificuldades pra ouvir,seja alguém falando meu lado, seja no tel, ou principalmente na tv - já fico o tempo td com o closed caption ligado...fui ao otorrino, fiz audiometria...e pasmem! tudo ok com meus ouvidinhos! Não estão uma brastemp, mas não há perda significativa - de acordo com a dra, eu nao ouvir é "impressão"...tá bom, né? melhor não ter nada e não ouvir, assim como não ter nada e ter dificuldades pra ler o nome do onibus e as letrinhas das embalagens...vai entender...

Cynthia Santos disse...

aaaah
e eu não me preocuparia com o fato de o Lucas falar baixo, mesmo sendo em algumas ocasiões...lembro que eu passava o maior perrengue quando éramos crianças, vc e seus pais falavam super baixo, e eu, italianona, morria de medo de falar alto demais e ser mal educada...ahuauauhau
é de família!

disse...

èèè,esses brinquedos sao um inferno, minha irma tinha uns quando crianca e era horrivel!o silencio e otimo,uma hora enche o saco! eu heim...kkkkadorei a tirinha

Baby Cebolinha (mamãe Menta) disse...

Todo mundo fala dos brinquedos barulhentos... será que sou a única que gosta? rsrsrrs call me crazy,mas adoro um barulhinho...pelo menos por enquanto.Mas grito eu não gosto não, fico brava mesmo. Por enquanto ele tem só 6 meses...vamos ver se mais pra frente mudo meus conceitos rsrs bjos

selma pereira disse...

Oi Ana...mas que post legal, estou rindo aqui disfarçadamente no serviço..rsrsrs.Isso porque lá em casa tenho dois berradores de primeira linha, e o pior é que até eu estou entrando na deles e me pego falando alto do nada, acho que os vizinhos devem achar que em casa é todo mundo doido.

Adorei a festa de aniversário do Lucas, ficou tudo lindo e muito caprichado. E as sacolinhas ficaram lindas, me apaixonei, depois vou entrar no site pra ver e já vou copiar pro niver do Pedro....podê ???

Bjs.
Selma

Ana disse...

@Renatha um minuto de silêncio em respeito a professora Renatha. Amiga tenho pena de você! kkk

Ana disse...

@Cynthia Santos a coisa mudou. Agora a mami grita. Meu pai ainda se mantem japones. Kkkk

Ana disse...

@Baby Cebolinha (mamãe Menta) amiga, espera, espera que sua vez vai chegar! Hahahaha Beijos!

Ana disse...

@selma pereira Clarooo que pode!Desde depois mostre como ficou!:)
Beijos!

Ana disse...

É meninas! Só rindo mesmo né!
E agora pude ver que realmente o Lucas não é surdo. Já eu não garanto!
heheehhe
Beijos a todas!

Kcau-Coisa de Garotos disse...

Sabe que eu também vivo mandando baixar o som da tv, o tom da voz... detesto barulho, me deixa maluca. *rss
Bjos

Fabiana disse...

eu sou o contrario da maioria.FALO ALTOOOOOOOOOOOOOOOOOO!
O OTORRINOLARINGOLOGISTA, mandou-me para fono para reeducar minha voz.
imagine como falo alto!?
mas tv alta me irrita muito, meus filhoss não são de graitar muito, so o basico.
e meu marido fala que eu sempre mando ele repetir, e o pior é que meu avô era surdo eo meu pai tb!

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

kkkkkkkkkkkkkk..aqui é do mesmo jeito..minha desculpa era o trabalho,mts anos perto de aviões certo q minha audição tinha sifo prejudicada...ao fazer uma audiometria a pedido a empresa,a surpresa: escuto melhor que um lobo!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkk..não sei o que acontece,acho que é ouvido seletivo mesmo..kkkk..
bjs,bom finde!!!
;-)

Mamma Mini disse...

Ana, é verdade, no meio de tanta barulheira que começa tão desde cedíssimo a gente agradece que eles ouçam perfeitamente...rs, de vez em quando precisamos de um silencio né não? por isso amo a musica silencio do arnaldo antunes...rs
eu faço igualzinho com meu marido de pedir para baixar a TV rs, a gente vai desenvolvendo um senso de audição tão aguçado né? mãe tem ouvido bionico, já dizia minha mãe...rs rs rs rs

Adriana Alencar disse...

Eu não gosto de barulho, quase nunca ligo a televisão, raramente ouço música, a não ser no carro, mas o meu filho ama gritar e correr pela casa fazendo a maior algazarra. Até pode ter um componente genético mas a maior parte acho que é fase da criança mesmo.
Boa sorte!
Beijo
Adri

Tati Schiavini disse...

Ana, é como uma música do Cocoricó diz. Mais ou menos assim: enquanto o porquinho tá cantando, gritando, a mãe nem vai ver porque tá tudo bem. Quando ele fica quieto, aí ela estranha e vai fiscalizar...rs. Quem tem crianças tem um megafone ambulante em casa! =)

Dri Andrade disse...

Aninha, muito legal a abordágem desse assunto. Tenho certeza que interessa muito pra outras mães. Eu, fico aqui só coletando informações e anotando no meu caderninho de futura mãe. Adooorooo....
rs, agora com relação ao marido, é normal amiga, lá em casa sofro do mesmo mal, e os gritos na hora do futebol? a nossa cachorrinha sai de fininho pra bem longe dele rsrsrsr

beijos querida, boa semana
sdds

Chris Ferreira disse...

Oi Ana,
as meninas também são uma loucura. Nossa como berram! Como falam alto. Fico o tempo todo pedindo para falar baixo. E o pior é as vezes me pega berrando pedindo para elas falarem baixo. Ô incierÊncia. Pode?
Sei que o exemplo é tudo. Que atitude tem mais significado do que as palavras mas tem horas que não tem jeito. Só atendem quando aumento o volume também.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Angi disse...

Oi Ana querida!
obrigada a visita!
ô silêncio que vale ouro,hein?
Aqui em casa o Antônio escuta os meninos gritando no condominio e quer imitar...hahahaha eles gritam de lá, e ele de cá!
beijão,boa semana!

Simone disse...

Menina grita e é muito! Sofia tá cada dia com o grito mais agudo. Nossa senhora! Mas como sei que é fase e passa, vou te contar que adoro esses exageros infantis. rsrs

bjs!!!

Roteiro Baby disse...

Ótimo post.
Vou falar disso um dia qq... porque sinto que tenho "alergia a barulho" e já temo o dia em que minha filhinha vai ser assim... barulhentinha!
Obrigada pela visita de hoje

disse...

eu tbm teria que dormir com aquela calça... kk horra!!

cabelolisoptbrasil disse...

Querida,
Amei a forma que abordou esse assunto

Adorei o Blog, já estou seguindo e sempre passarei aqui.

Visite a Cabelolisoptbrasil.blogspot.com
Não esqueça de participar do SORTEIO!

Bjokas
Cris

Bankruptcy papers disse...

Get copy of Bankruptcy discharge papers, bankruptcy creditors listing at lowest cost on web. You can order either of bankruptcy discharge papers, Creditor listing or complete bankruptcy file as per your needs.

Adriana Alencar disse...

A moça que vinha me ajudar com a limpeza costumaava brincar que tudo o que ela manuseava na minha casa fazia barulho...
Beijo
Adri

Ana Paula mãe da Sophia disse...

risos! muito bom Ana. Para teu consolo as meninas tbm fazem muito barulho, e como diz uma pesquisa as mulheres falam 20.000 palavras por dia enquanto os homens apenas 7.000. A Sophia parece que corresponde a pesquisa!

Geovana Centeno disse...

Ai ana acertou em cheio viu, não sei porque guri grita tanto, o meu filhote nossa, brinca gritando, fala gritando, grita com a mana, assusta ela e agora a gente morando em apartamento, fica dificil ate o morador de baixo ja veio fazer reclamação kkkkk....
BEijos nos dois!

Paty Fortunato disse...

Um dia desses perguntei pra Henrique pq ele estava gritando, com quem ele aprendeu a gritar? E ele me respondeu: "Como vc mamãe, vc grita"
Depois disso comecei a reparar em mim, e é bem verdade, quando reclamo com ele é só aos berros... NÃOOOOOO, PARAAAAAAAAA HENRIQUE!
Estou me controlando agora, e ele tb baixou bastante o volume kkkkk...

Beijocas!

Li disse...

Meus ouvidos criaram um bloqueio depois que virei professora de educação infantil. É ótimo escuto super bem, qualquer barulhinho, mas meus ouvidos só captam aquilo que quero. As vezes meu marido fala que não aguenta mais determinado barulho e só então eu percebo aquele barulho. Meu ouvido ficou seletivo...

Engraçado, né?

Beijos!

Lívia.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Premium Wordpress Themes